Câmara adia votação da reforma tributária para a próxima semana

A Câmara entrou em acordo e decidiu adiar a votação da reforma do imposto de renda para a próxima terça-feira (17). Antes de confirmar o adiamento, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), discursou e afirmou que as mudanças no regime tributário foram fatiadas em acordo entre ele e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), justamente pela complexidade do tema.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Insider, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

“O Brasil todo quer reforma tributária, mas na hora que chega a discussão, a reforma boa é a do vizinho. Eu não colocaria pra votar se tivesse a menor chance de estados e municípios perderem recursos. Se adiar o processo em busca de soluções impossíveis, não chegaremos nunca em consenso”, ponderou Lira.

O presidente da Câmara reiterou que, quanto mais se adiar o debate, maior será a pressão de setores afetados pelas mudanças. Lira disse que o objetivo é aprovar uma reforma neutra, ou seja, sem previsão de perdas ou ganhos de arrecadação.

Ele destacou também que o substitutivo do relator, Celso Sabino (PSDB-PA), já fez diversas concessões ao longo das negociações do texto às empresas do Simples Nacional e às micro e pequenas empresas, retomou a taxação dos lucros e dividendos, reduziu a carga tributária das empresas, revisou a tabela do IRPF.

Sabino afirmou ainda que uma nova versão de seu substitutivo será divulgada ainda nesta quinta. Porém, ele não detalhou quais as novas mudanças.

> Governo desidratou, avalia oposição sobre derrotas no distritão e voto impresso

> Maia é novo vice-líder da oposição e vai articular mudanças na reforma tributária

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo