Bivaristas querem Joice Hasselmann na presidência municipal do PSL-SP

A deputada federal Joice Hasselmann deve assumir o comando do diretório municipal do PSL em São Paulo. A informação foi confirmada por Joice e pelo deputado federal Júnior Bozzella (PSL-SP) ao Congresso em Foco.

Até a última quinta-feira (17), Joice era a líder do governo no Congresso Nacional, mas foi substituída pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO) no cargo após não apoiar a iniciativa de colocar Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder do partido na Câmara. O atual líder, Delegado Waldir (GO), trava uma briga para manter o cargo.

Hoje o comando do PSL na capital paulista está vago. O comando do diretório auxilia a deputada na sua intenção de concorrer à Prefeitura de São Paulo em 2020.

Até o momento, o presidente Jair Bolsonaro não demonstrou apoio à candidatura de Joice no ano que vem, o que fez a deputada procurar a cúpula nacional do DEM para ter alternativa. No entanto, a conversa com o partido não passou pelos diretórios locais paulistas.

O DEM-SP é presidido pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia. O governador João Doria (PSDB) apoia a reeleição de Bruno Covas (PSDB) na Prefeitura em 2020.

A crise no PSL foi destacada pelo Congresso em Foco em setembro, quando deputados revelaram ao site que a situação dentro do partido era de racha e possível debandada.

O clima piorou no dia 8 de outubro, quando Bolsonaro disse para um seguidor esquecer a sigla e que Bivar estava "queimado pra caramba". Desde então, troca de farpas estão acontecendo dos dois lados, opondo os aliados do presidente e os que estão do lado do deputado pernambucano.

> Eduardo e Flávio Bolsonaro serão destituídos da direção do PSL, diz aliado de Bivar

> Bolsonaro não foi líder, relator, suplente da CCJ e se elegeu, diz Eduardo

> Marcado por Queiroz, Flávio submerge na articulação política

Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!