Aziz afirma que CPI não terá recesso: “Esta CPI não vai parar”

Durante o depoimento da servidora Regina Célia Silva Oliveira nesta terça (6), o presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que a comissão não terá recesso. "Esta CPI não vai parar. A CPI não terá recesso, não temos o direito de tirar férias enquanto as pessoas estão morrendo. Nós temos a vida toda para tirar férias". 

Hoje, o país possui 525 mil mortos pela pandemia. O recesso parlamentar no Congresso está previsto para o dia 18 de julho.

"Não dá para tirar férias com pessoas sendo vítimas da Covid-19 pelo negacionismo, pela falta de espírito público, como eu tenho visto aqui. Servidores se reunirem em restaurantes para tratar de propina. Enquanto nós provavelmente estaríamos de férias, estaria morrendo gente. Por isso, a CPI continuará em pleno recesso. Iremos continuar trabalhando", reafirmou Aziz.

Regina é fiscal de contratos da pasta e autorizou a compra da vacina indiana Covaxin. A servidora citado pela primeira vez por um colega de trabalho, Luis Ricardo Miranda, em 25 de junho. Em seu depoimento aos senadores, o servidor, que é irmão do deputado Luis Miranda (DEM-DF), indicou que a fiscal era responsável pela continuidade dos processos de importação das doses. Atualmente, o contrato está suspenso pela Controladoria-Geral da União (CGU) para que sejam averiguadas possíveis irregularidades na proposta de compra feita pela Precisa.

Segundo os irmãos Miranda, o presidente Jair Bolsonaro foi informado que havia irregularidades na compra da Covaxin, liberada por Regina Célia. A revelação motivou uma queixa-crime contra Bolsonaro por prevaricação.

> Partido Novo diz ser a favor de impeachment de Bolsonaro
> Deputados vão à PGR contra denúncia de rachadinha por Bolsonaro

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

 

JUNTE-SE A NÓS

 

Continuar lendo