Senado aprova projeto que estabelece prazo para liberação de insumos

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta (19), por unanimidade, o  PL 2872/2020, que facilita a importação de insumos e estabelece prazo máximo de cinco dias para liberação aduaneira de insumos usados no combate à pandemia da covid-19 e outras pandemias. O projeto é de autoria do senador Confúcio Moura (MDB-RO) e relatado pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA).

O relator destacou que a Receita Federal tem trabalhado para agilizar a importação de produtos utilizados no combate à covid e ressaltou que o projeto busca atender também outras pandemias.

"Não podemos ficar somente presos a questão da covid-19. Nós já estamos dando esta autorização para outros eventos da mesma natureza no projeto", disse.

Por votação simbólica, os senadores também aprovaram o  PL 5.591/2019, relatado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI).  O texto busca simplificar a mudança de nomes de pai ou mãe no registro de nascimento dos filhos após divórcios, sem precisar de decisão judicial. Se for casado, o filho precisará de consentimento do conjugue para alteração no registro de certidão de casamento. Aos menores de  16 anos, a averbação deverá ser exercida pelo pai ou representante legal. A proposta é de autoria da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB). 

Para o relator, a aprovação do projeto irá desburocratizar o processo de averbação nominal dos pais em registro civil. Matéria segue à Câmara.

Outro projeto aprovado foi o  PDL 273/2019, que refere-se aos acordos sobre serviços aéreos firmados entre o Brasil e a Turquia. O texto tem o objetivo de aumentar as relações entre os países no comércio, turismo e cooperação.  A relatoria é do senador Marcos do Val (Podemos-ES).

>> Senado aprova MP para renegociação de dívidas com fundos constitucionais

Continuar lendo