Eduardo falou sobre crise no PSL e culpou Joice pela derrota; veja o vídeo

O Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, entrou ao vivo em sua página do Facebook para falar sobre a crise do PSL. Segundo Eduardo, Jair Bolsonaro não conseguiu coloca-lo como líder do partido porque a deputada Joice Hasselmann teria trabalhado nos bastidores e conseguido mais assinaturas a favor do Delegado Waldir (PSL-GO) do que ele e o presidente.

Assista ao vídeo:

“Bolsonaro pai e filho nem queriam a liderança”

Após toda repercussão negativa gerada pela derrota do governo na tentativa de destituição do líder do próprio partido na Câmara, para colocar no lugar o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (SP), a ala  bolsonarista do PSL saiu neste sábado em defesa de Jair Bolsonaro e do filho, e passou a afirmar que o presidente não queria colocar o deputado na liderança da legenda. Os deputados dizem que teriam insistido para que pai e filho aceitassem a manobra.

O sábado (19) foi de muitos ataques públicos entre os deputados do PSL. De um lado, a ala que apoiou a nomeação de Eduardo Bolsonaro para liderança do partido na Câmara. Do outro, a ala que não apoiou o “golpe branco”, nas palavras de Joice Hasselmann (PSL-SP), contra Delegado Waldir e optou por apoiar a manutenção do líder à frente do partido na Casa. No meio desta empreitada, a ex-líder do governo no Congresso contra-atacou o filho do presidente às 15h30 deste sábado: “Não tenho medo de você, moleque”, disse a deputada após perguntar se os “robôs, neuróticos e paus-mandados” que estão atacando ela “são pagos com dinheiro público”.

A briga tem acontecido aconteceu nas contas oficiais do Twitter dos deputados que são do mesmo partido do presidente da República.

Mais cedo, também através de uma publicação no Twitter, Joice chamou Eduardo de “mimado” e afirmou que as atitudes tomadas pela ala bolsonarista, incluindo o próprio presidente, poderiam levar o Brasil à ruína.

“Não posso compactuar com golpes brancos, nem com o uso do Palácio para pressionar deputados e fazer a vontade de um filho mimado. Essas ações podem levar o presidente e o Brasil a ruína. Não tenho compromisso com o erro. Meu compromisso é com BRASIL e com a verdade”, disse Joice na publicação.

crise PSLEduardo BolsonaroJair BolsonaroJoice Hasselmann