Congresso aprova projeto que regulamenta orçamento impositivo

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (2) um dos projetos de lei do Congresso Nacional (PLNs) que regulamentam a aplicação do orçamento impositivo.

A votação dos deputados aconteceu nesta tarde e o projeto foi apoiado pela maioria. 441 a favor e um contrário. Os senadores votaram no início desta noite e deram 78 votos favoráveis e nenhum contrário.

O PLN 2 dá as diretrizes gerais para execução e aplicação do orçamento impositivo, nova regra aprovada no começo de 2019 que dá ao Congresso o poder de escolher o destino de verbas.

O relator da matéria, deputado Cacá Leão (PP-BA), alterou seu parecer para se adequar ao estado de calamidade pública. A meta de déficit da União se manteve em R$ 124,1 bilhões, mas a de estados e municípios foi ampliada em R$ 30,8 bilhões. Dessa forma, o déficit do setor público consolidado passa a ter uma meta de R$ 158,7 bilhões.

Há outros dois PLNs. Eles dividem os R$ 30 bilhões das emendas de relator entre Congresso e governo, com R$ 15 bilhões sob o controle de cada poder. Eles não foram analisados nesta sessão.

Os projetos foram enviados  pelo governo federal como parte de um entendimento sobre a disputa por R$ 30 bilhões de emendas de relator do orçamento de 2020.

Esta é a primeira sessão do Congresso Nacional feita de maneira remota.

STF determina a retirada de circulação de vídeo contra isolamento social

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!