Anastasia deve anunciar saída do PSDB em fevereiro

O senador Antonio Anastasia (MG) deve confirmar publicamente em fevereiro sua saída do PSDB e filiação ao PSD. O anúncio está previsto para acontecer no Senado Federal. Aliados do congressista em Minas Gerais alegaram ao Congresso em Foco “desgaste interno” para a decisão ter sido tomada.

> Doria usa PSB em disputa para líder do PSDB; sigla socialista critica

O PSD cresceu politicamente em 2019 e filiou o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, e o senador Carlos Viana, ambos eleitos pelo PHS - partido extinto pela cláusula de barreira. Hoje, sem contar com Anastasia, o PSD tem 10 senadores, a terceira maior bancada da Casa Legislativa, atrás do Podemos, com 11, e do MDB, com 13.

Anastasia está filiado ao PSDB desde 2006 quando concorreu e foi eleito vice-governador de Minas Gerais na chapa encabeçada pelo também tucano Aécio Neves.

No entanto, sua relação com o partido é mais antiga e chegou a exercer em 1999 o comando do Ministério do Trabalho na gestão presidencial de Fernando Henrique Cardoso.

No dia 28 de agosto, Anastasia negou ao Congresso em Foco que exista um conflito entre diferentes alas no PSDB.

O comentário foi após o site questionar sobre a votação da legenda que arquivou o pedido de expulsão de Aécio Neves, padrinho político de Anastasia.

Os áudios que transformaram Aécio em réu; transcrição detalha pagamento de R$ 2 milhões

>Após anos de desgaste, Aécio obtém duas vitórias no Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!