Ampliação de grupos prioritários inclui entregadores de aplicativos

A Câmara dos Deputados aprovou, na quinta-feira (17), o texto que amplia os grupos prioritários de vacinação e inclui entregadores de aplicativos, caminhoneiros e profissionais de transportes de cargas. Além deles, foram acrescidos à matéria como grupos prioritários, também, os trabalhadores do serviço bancário e do serviço doméstico. Essa matéria (PL 1011/20)  segue agora para validação do Senado.

Confira as categorias incluídas como prioridades a partir deste projeto:

  • profissionais do Sistema Único de Assistência Social (Suas), das entidades e organizações de assistência social, e dos conselhos tutelares que prestam atendimento ao público;
  • trabalhadores da educação do ensino básico em exercício nos ambientes escolares;
  • coveiros, atendentes e agentes funerários;
  • profissionais que trabalham em farmácias;
  • oficiais de justiça;
  • profissionais de limpeza pública;
  • empregados domésticos;
  • taxistas, mototaxistas, motoristas de aplicativos;
  • trabalhadores do transporte coletivo urbano;
  • bancários;
  • entregadores de aplicativos.

Estima-se que o grupo prioritário, antes dessas inclusões, é composto por 77 milhões de brasileiros.

Urgências

Ainda nesta quinta os parlamentares aprovaram o regime de urgência para o projeto que autoriza o Banco Central (BC) a acolher depósitos voluntários remunerados de bancos. Dessa forma, se pretende dar ao BC uma nova ferramenta de controle do volume de moeda em circulação no Brasil dando menor impacto sobre a dívida pública.

Também foi aprovada urgência para  o PL 4909/2020 que trata sobre a modificação na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, prevendo educação bilíngue de surdos. A deputada Luiza Erundina (PSOL-SP), porém, defendeu que a proposta deveria ser melhor discutida, pois se trata, na análise dela, de uma matéria é complexa e de grande repercussão no plano de educação do país.

"É uma matéria que, inclusive, vai mexer numa lei que é estruturante do ponto de vista da política da educação do País. Qualquer matéria com esse nível de complexidade não pode ser decidida a partir de uma urgência, sem um maior debate, uma maior discussão, sobretudo pelas Comissões de mérito", disse.

Dia de Conscientização

A pauta desta quinta também foi marcada pela aprovação do Dia da Conscientização de Doenças Cardiovasculares em Mulheres, a ser celebrado em 14 de maio. De acordo com o texto, o principal objetivo da data é ampliar e antecipar o diagnóstico,  por meio do reconhecimento dos sinais de alerta, de modo a permitir o tratamento precoce e a reabilitação, para minimizar o impacto das doenças cardiovasculares na vida das pacientes, familiares e de toda a sociedade brasileira.

> Câmara aprova mudanças na Lei de Improbidade Administrativa

> Câmara deve retomar “jabutis” se Senado mudar MP da Eletrobras

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

 

 

Continuar lendo