Alcolumbre diz que governo vai enviar MP para combate ao coronavírus

Após reunião de emergência entre a cúpula do Congresso e a equipe do governo Bolsonaro, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou que a liberação de recursos para o enfrentamento do coronavírus deverá ser solicitada ao Congresso por meio de medida provisória (MP), a ser encaminhada nos próximos dias.

Governo pede R$ 5 bilhões ao Congresso para combate ao coronavírus

"Parlamento sabe do tamanho da sua responsabilidade em relação a isso. Naturalmente esses recursos serão autorizados ou votados - se for através da edição de uma medida provisória", afirmou Alcolumbre.

Por ter validade imediata, a edição da MP de crédito extraordinário agiliza a liberação de recursos para o Ministério da Saúde, que as distribui para as unidades básicas de saúde do país. Desta forma, não é necessário entrar, como havia sido aventado, no imbróglio que virou a disputa do Orçamento da União. "O parlamento vai  tratar com seriedade sem politizar esse assunto", disse Alcolumbre.

O presidente do Banco Central e o ministro da Economia apresentaram preocupações do ponto de vista econômico, mostraram possíveis impactos do coronavírus e como a doença pode afetar o crescimento do país em 2020, relatou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "Reunião aproxima aqueles que tem relação direta com esse momento difícil junto do Poder Executivo com o Parlamento para que a gente possa buscar as soluções em conjunto", disse Maia.

Ainda segundo Maia, o governo não anunciou nenhum intervenção de ordem econômica até o momento, mas os setores de aviação e de serviços são olhados com cuidado porque são os que podem sofrer mais consequências nos próximos meses.

A reunião desta noite foi solicitada por líderes e pelo próprio presidente Jair Bolsonaro. Participaram líderes partidários das duas Casas, os ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; da Economia, Paulo Guedes; da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Oposição consegue assinaturas para prorrogar a CPI mista das Fake News

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!