Agenda do Senado – 21 a 25 de fevereiro

 
Após a intensa votação do projeto que reajusta o salário mínimo na Câmara, as atenções da semana no Congresso devem se voltar para a apreciação da matéria no Senado. Está prevista para quarta-feira (23) a votação do mínimo naquela Casa, onde líderes da base aliada trabalham para encontrar acordos para votar a proposta segundo recomendações do Planalto: reajuste do salário mínimo para R$ 545.

COMISSÕES

A partir de terça-feira, começarão a ser instaladas as comissões permanentes do Senado. A expectativa é que a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) comece os trabalhos com a sabatina de dois diretores indicados para o Banco Central: Altamir Lopes, para a diretoria de Administração, e Sidnei Corrêa Marques, para a diretoria de Liquidações e Controle de Operações de Crédito Rural.

 

Também devem ser instalada nesta semana a Comissão de Educação. As comissões de Ciência e Tecnologia, de Assuntos Sociais, de Infraestrutura, de Direitos Humanos, de Turismo, de Desenvolvimento Regional, e de Meio Ambiente, Controle e Fiscalização também devem iniciar os trabalhos a partir de terça-feira.

 

Na quarta-feira pela manhã, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que já está funcionando, pretende votar em caráter terminativo o projeto de lei que permite a contratação de funcionários para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), sendo 514 cargos comissionados e 500 cargos de carreira para peritos médicos.

AGENDA DO PRESIDENTE

Terça-feira (15)

 

Presidência - O presidente do Senado, José Sarney, recebe, às 11h30, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams; às 12h, recebe o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Oreste Dalazen, acompanhado da vice-presidente, ministra Maria Cristina Peduzzi, e do corregedor ministro Antonio Levenhagen; às 16h, preside ordem do dia da sessão deliberativa.

 

Quarta-feira (16)

 

Presidência - O presidente do Senado, José Sarney, recebe a ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti, acompanhada do secretário-executivo do ministério, José Evaldo Gonçalo. A visita da procuradora da República Ana Borges Coelho Santos, anteriormente prevista para as 11h30, foi transferida para as 15h30; e a visita do embaixador da República Popular da China no Brasil, Qiu-Xiaoqi, marcada inicialmente para as 12h desta quarta-feira, será remarcada para outra data. Às 16h, Sarney preside a ordem do dia da sessão deliberativa do Senado.

Leia ainda: Os principais temas à espera do Congresso

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!