Aécio quer levar Braga Netto à comissão que preside na Câmara

O general Walter Braga Netto, que acaba de deixar a Casa Civil para assumir o Ministério da Defesa, deve falar à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara em abril. O presidente do colegiado, Aécio Neves (PSDB-MG), pretende convidar o novo ministro para falar aos deputados o mais rapidamente possível. O mineiro quer esperar uma ou duas semanas para que Braga Netto se adapte ao cargo e marcar o convite.

A mudança no comando do Ministério da Defesa aconteceu por conta da insatisfação do presidente Jair Bolsonaro com o general Fernando Azevedo e Silva, agora ex-ministro. O chefe do Poder Executivo queria um apoio político maior das Forças Armadas, algo que Azevedo e o comandante do Exército, Edson Pujol, se negaram a fazer. Pujol também saiu do cargo.

A primeira ação de Aécio na presidência da comissão foi aprovar requerimentos de convite para Ernesto Araújo, então ministro das Relações Exteriores, e Azevedo e Silva. Ernesto foi ouvido na semana passada, horas antes de ter sua demissão cobrada pelos senadores. Ontem ele pediu para deixar o cargo. O convite para Azevedo agora é transferido para o novo ocupante da Defesa, general Braga Netto.

>Bolsonaro perde apoio da cúpula militar ao insistir na demissão do comandante do Exército

 

Continuar lendo