Advogado cita “É o Tchan” em pedido ao STF sobre eleições no Congresso

Um advogado potiguar entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que as eleições para presidente da Câmara e do Senado sejam com voto aberto. No documento, Ronan Botelho cita uma música do grupo de axé "É o Tchan".

"Um poeta baiano, dentre tantos extraordinários que lá existem, escreveu com penas de ouro, mesmo que parafraseando um ditado popular, que 'Pau que nasce torto, nunca se endireita' Compadre Washington".

Além de voto aberto, o advogado pede também que o voto seja impresso. "Não há qualquer mandamento na Constituição Federal que autorize atos, leia-se votos dos parlamentares, secretos na
eleição das Mesas Executivas: Senado e Câmara dos Deputados. Ponto forte deste Mandado de Segurança", argumenta.

Confira a íntegra do pedido:

Na tarde de terça-feira (12), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a Mesa Diretora vai decidir na próxima segunda-feira (18), às 10 horas, data e formato da eleição para a presidência da Casa em fevereiro.

A sugestão de Maia é que parlamentares do grupo de risco possam votar pelo sistema interno da Casa, a distância, como tem sido feito com as matérias e demais votações da Câmara. "Ninguém vai ficar contra a decisão do voto presencial. Queremos que eles [grupo de risco] estejam presentes em Brasília, mas vale consultar médicos para avaliar a pandemia. A segunda onda tem mais necessidade de UTIs e esperamos que os cientistas possam ser ouvidos para decidirmos se pode haver excepcionalidade para os que estão em grupo de risco".

Maia disse ainda que sua posição sempre foi de transparência, e que se todos os candidatos entenderem que o voto pode ser aberto, "quem sabe pode ser um debate". "Foi questionado que eu queria fazer votação remota, quem sabe não aproveitamos e fazemos voto aberto? Não defendo, mas por que não? Já que os agentes sociais do Bolsonaro já estão pedindo voto impresso, certamente apoiando candidato do presidente, pode ser".

> Câmara decide na próxima segunda data e formato da eleição da Mesa

Continuar lendo