A sinalização de Bolsonaro sobre covid-19 é muito ruim, diz Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu as últimas falas de Jair Bolsonaro sobre covid-19. "Nos países que adotaram isolamento horizontal foi onde mais faleceu gente, essa é uma realidade", disse Bolsonaro na saída do Palácio do Alvorada.  "Diverge daquilo que todos os especialistas na área de saúde tem defendido não apenas no Brasil, mas também no mundo, né?", rebateu Maia em coletiva na Câmara.

"Eu acho que é ruim esse embate sobre a questão do isolamento, né? Todo mundo sabe que a Alemanha, agora mesmo, foi obrigada a voltar com o isolamento um pouco mais forte, porque liberou e os casos de coronavírus aumentaram. Então acho que é muito ruim essa sinalização", afirmou Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara disse que diverge do presidente. "Só tem um caminho: o isolamento", afirmou. Para Rodrigo Maia, o isolamento que o Brasil deveria evitar é o político, que está em curso com as falas de Bolsonaro contra o isolamento social. "Esse isolamento político não vai levar a lugar nenhum", afirmou.

O Brasil bateu novo recorde de mortes em um dia em razão da pandemia do novo coronavírus na última terça-feira (28) com 474 óbitos. Totalizando 5.017, aumento de 10,4%. Com isso, o país ultrapassou a China em número de mortes. Até o momento, o país asiático registrou 4.637 mortes, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças. O Brasil chegou a 71.886 pessoas infectadas.

O presidente afirmou, em frente ao Palácio do Alvorada na noite de ontem, que é "Messias" mas que não faz milagres. “A gente ultrapassou o número de mortos da China por covid-19”, disse o repórter que foi interrompido por Bolsonaro que questionou: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê?".

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!