Suspensão da Copa América vai ao Supremo em sessão emergencial

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) começa a votar, nesta quinta-feira (10), a possibilidade de realização, ou não, dos jogos da Copa América no Brasil. Assim, os ministros iniciam o julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 849 e do Mandado de Segurança número 37.933 em Plenário virtual. Eles terão até às 23h59 da sexta-feira (11) para entregar seus votos.

Os casos foram incluídos em uma pauta extraordinária a pedido da relatora, ministra Cármen Lúcia.

A ADPF foi apresentada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, que argumentam que o torneio não pode ser realizado enquanto a pandemia não arrefecer no país.

Já o mandado de Segurança é do PSB e foi apresentado pelo deputado federal Julio Delgado (PSB-MG). Além do argumento de que sediar a Copa América viola os direitos fundamentais à vida e à saúde, o partido entende que a eficiência da Administração Pública está ameaçada com o torneio.

O julgamento deve ser encerrado menos de 48 horas antes do início da Copa América, planejada para o domingo (13) em Brasília.

> Câmara quer votar fim de supersalários antes de reforma administrativa
> Delegado que investiga jornalista por “facção da Core” é ex-diretor da Core

Continuar lendo