Senadores querem livrar Chico Rodrigues de afastamento do Senado

Para ser posto em prática, o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), determinado pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, deve ser referendado pelo plenário do Senado. Os parlamentares, entretanto, resistem à aprovação da suspensão do mandato do colega. O próprio presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem agido para evitar a punição ao senador.

Chico Rodrigues foi alvo de uma operação da Polícia Federal na quarta-feira (14). Na ocasião, ele tentou esconder R$ 33 mil dentro de sua cueca.

Uma fonte ligada a Davi Alcolumbre, disse que, se depender da vontade do presidente, Chico Rodrigues não será afastado nem terá seu mandato cassado. O principal argumento para manter o senador em seu cargo seria evitar interferências do STF no Senado. O vídeo abaixo, do senador Angelo Coronel (PSD-BA), dá o tom do discurso de boa parte dos senadores.

A mesma fonte estima que dos 81 senadores, ao menos 50 são favoráveis à manutenção do mandato do parlamentar de Roraima, o que o deixa em situação confortável para a análise da decisão de Barroso no plenário do Senado.

Outro possível problema para Chico Rodrigues que pode ser evitado pelo presidente Davi Alcolumbre é a análise do caso no Conselho de Ética. Nesta sexta-feira (16), a Rede e o Cidadania pediram a cassação do senador ao colegiado. Entretanto, por causa da pandemia, o conselho não foi instalado em 2020 e Davi Alcolumbre não está disposto a colocá-lo em funcionamento para a análise do caso do senador de Roraima.

> Barroso veta vídeo de Chico Rodrigues para evitar “humilhação pública”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!