PT pedirá à Justiça que Lula vá ao funeral do irmão Vavá

O Partido dos Trabalhadores deve pedir à Justiça Federal do Paraná, ainda nesta terça-feira (29), que o ex-presidente Lula seja liberado para acompanhar os funerais do irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão mais velho do petista.

Vavá, que também foi metalúrgico em São Bernardo do Campo (SP), estava com 79 anos e lutava contra um tipo raro de câncer que afeta os vasos sanguíneos.

A assessoria do PT ainda não tem detalhes de horário e local do velório e do enterro, mas confirmou que tentará conseguir na Justiça que Lula acompanhe a cerimônia. O ex-presidente está preso há quase 10 meses na sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba, devido à condenação em segunda instância no processo do tríplex do Guarujá.

“Lula tinha em Vavá uma figura paterna. Nossos sentimentos à família. Abraço afetuoso e de força a Lula. Esperamos que ele possa ver Vavá pela última vez”, escreveu no Twitter a senadora e deputada federal eleita Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente do partido.

gleisi HoffmannLulaPartido dos Trabalhadoresprisão de lulaPTvavá