PSL expulsa suspeito de ataque contra Porta dos Fundos

O PSL expulsou nesta segunda (6) o suspeito de participar do ataque à produtora Porta dos Fundos, Eduardo Fauzi Richard Cerquise que era filiado à sigla desde 2001. O homem também foi expulso da Frente Integralista Brasileira (PIB), na semana passada. Ele, segundo material publicado em setembro no site do grupo, chegou a ocupar a presidência no Rio de Janeiro da entidade. As informações foram publicadas pelo Estadão.

O suspeito viajou no último domingo (29) para a capital russa Moscou  e disse que pretende pedir asilo no país.

Fauzi  havia gravado na quarta-feira (1) outro vídeo e publicado no Youtube. O homem está foragido desde a terça-feira (31) e possui mais 20 anotações criminais.

No vídeo divulgado na quarta disse que a produtora é criminosa e encerrou pedindo oração e clamando por Deus, pela pátria e pela família brasileira. O conteúdo foi removido da plataforma digital por violar os padrões da empresa.

A polícia oferece uma recompensa de R$ 2 mil para quem der informações que levem até o suspeito.

Fauzi foi identificado pela Polícia por meio de uma gravação de uma câmera de segurança. Ele era o único a aparecer com o rosto descoberto, a Polícia tenta identificar mais quatro suspeitos.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!