Kassio Nunes Marques assume no Supremo nesta quinta-feira

O desembargador Kassio Nunes Marques toma posse nesta quinta-feira (5), às 16h, como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). O piauiense de 48 anos substituirá o decano Celso de Mello, que se aposentou no último dia 13. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, Kassio teve seu nome aprovado pelo Senado, por 57 votos a 10, e uma abstenção, em 22 de outubro.

>Congresso aprova quase R$ 30 bilhões extras para ministérios e órgãos federais

Ex-advogado e juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, Kassio era desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) desde 2011. Ele poderá ficar na corte até os 75 anos – ou seja, até 2047.

No Supremo, o novo ministro herdará 1,7 mil processos e votará em ações relacionadas à Operação Lava Jato na Segunda Turma, colegiado formado também por Edson Fachin, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Entre os processos a serem analisados pela turma está o pedido do ex-presidente Lula para que seja declarada a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro no julgamento da ação sobre o tríplex do Guarujá (SP) que resultou na condenação do petista. Kassio será o relator do pedido da Rede Sustentabilidade que questiona o foro privilegiado concedido ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no processo das rachadinhas no Rio.

>Biden se aproxima da Casa Branca, enquanto Trump ameaça ir à Justiça

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!