Juiz manda soltar investigado por invasão do celular de Moro

O juiz federal Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, mandou soltar hoje (22) Danilo Cristiano Marques, um dos presos na Operação Spoofing, da Polícia Federal (PF), que investiga a invasão dos celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades.

> MPF denuncia Glenn e é repudiado por políticos e entidades

Com a decisão, Danilo deverá cumprir medidas cautelares diversas da prisão, como uso de tornozeleira eletrônica, proibição de acessar a internet e de sair da cidade de Araraquara (SP), onde mora, sem autorização da Justiça.

Danilo foi um dos investigados denunciados ontem (21) pelo Ministério Público Federal (MPF) no caso envolvendo invasões de celulares de autoridades e fraudes bancárias.

Deflagrada no ano passado, a operação foi batizada de Spoofing, expressão relativa a um tipo de falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é.

*Informações da Agência Brasil

> Com decisão de Fux, audiência de custódia não precisa ser realizada em 24h

10ª Vara Federal em BrasíliaAraraquaraDanilo Cristiano Marquesjuiz federal Ricardo Leiteministério público federalministro da Justiça e Segurança PúblicaMPFoperação spoofingPolícia FederalSérgio Moro