Filipe Barros protocola notícia-crime contra Frota por abuso de autoridade

Diante dos frequentes embates entre a base bolsonarista com Alexandre Frota (PSDB-SP), ex-aliado do governo, o deputado Filipe Barros (PSL-PR) protocolou nesta quarta-feira (11) uma notícia-crime contra Frota na Procuradoria Geral da República (PGR), com base na Lei de Abuso de Autoridade.

> Secom divulga atos do dia 15 no perfil oficial da Presidência

Segundo o documento, Frota está usando indevidamente o poder de parlamentar e membro da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para “constranger ilegalmente os cidadãos, por motivos pessoais, egoísticos, por mero capricho, para prejudicar terceiros, ou, ainda, para benefício próprio ou alheio, ao requerer a quebra de sigilo das contas de Twitter e WhatsApp de diversos adversários políticos e cidadãos”.

Segundo Barros, "desde que atua na CPMI das Fake News,  o deputado federal Alexandre Frota tem se utilizado indevidamente de sua autoridade de membro do parlamento para atender seus interesses pessoais".

No texto, Filipe afirma ainda que “a tutela penal mostra-se necessária para devolver à coletividade a segurança de somente serem abordados pelos agentes públicos após a prática de algum injusto penal e por força da prática desse ato, evitando-se as prisões arbitrárias e ilegais”.

> Eduardo pede a Jair que retire orçamento que Jair enviou

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!