Deltan comenta saída da Lava Jato. Veja as diferentes reações

Guilherme Mendes, especial para o Congresso em Foco

O coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, publicou um vídeo na tarde desta terça-feira (1) onde comenta a sua decisão de deixar o comando da operação. O procurador da República agradeceu o apoio recebido e disse se sentir honrado com o papel que cumpriu na Lava Jato.

A razão para seu afastamento da cúpula de investigadores, explicou Deltan, seria sua filha de um ano e 10 meses de idade. "Identificamos que ela passou a ter uma série de sinais de regressão em seu desenvolvimento, parando de falar algumas palavras que já falava, parando de olhar para gente e olhar nos nossos rostos e olhos", disse.

O diagnóstico da criança não foi concluído, mas as terapias e tratamentos sugeridos pelos médicos exigiriam cuidados mais próximos dos pais, daí a decisão. "Depois de anos de dedicação intensa à Lava Jato, acredito que agora é hora de me dedicar, de modo especial à minha família", comentou Deltan, que considerou a atitude como "difícil, mas a certa como pai".

>Celso de Mello suspende processos contra Deltan Dallagnol

O coordenador da Lava Jato disse que continua como procurador do Ministério Público Federal no Paraná, e pediu que o apoio à operação, por parte da população, seja mantida. "Decisões que estão sendo tomadas e serão tomadas em Brasília afetarão seus trabalhos. A força-tarefa ainda tem muito por fazer", comentou.

O procurador também se referiu ao seu substituto, Alessandro de Oliveira, como "competente e colaborador da Lava Jato". Alessandro, que compõe o grupo desde 2018, é responsável por uma equipe de 14 procuradores e 30 servidores dedicados à força-tarefa.

Na próxima semana, a Procuradoria-Geral da República (PGR) deverá definir se prorroga o funcionamento da força-tarefa. A decisão a ser tomada pelo procurador-geral Augusto Aras e definirá como será o futuro do grupo, montado em 2014.

A saída de Deltan do cargo causou reações diversas de apoio e críticas ao trabalho feito pelo Ministério Público Federal no Paraná. Veja algumas delas:

> Deltan Dallagnol deixa coordenação da Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!