“Amor à primeira vista”, disse Bolsonaro sobre ministro que mandou Queiroz para casa

Em abril, o presidente Jair Bolsonaro discursou durante a solenidade de posse de André Mendonça (ministro da Justiça) e de José Levi (Advogado-geral da União). Na ocasião, Bolsonaro elogiou o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.

"Prezado Noronha, permita-me fazer assim, presidente do STJ. Eu confesso que a primeira vez que o vi foi um amor à primeira vista. Me simpatizei com Vossa Excelência. Temos conversado com não muita persistência, mas as poucas conversas que temos o senhor ajuda a me moldar um pouco mais para as questões do Judiciário. Muito obrigado a Vossa Excelência”, disse o presidente. (veja a íntegra)

Noronha concedeu prisão domiciliar para Fabrício Queiroz e sua esposa Márcia Oliveira, nesta quinta-feira (9). Eles estão envolvidos no esquema das rachadinhas no gabinete do filho do presidente, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), quando ele ainda era deputado.

> STJ decide que Fabrício Queiroz pode cumprir prisão domiciliar

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!