PF prende bolsonarista que anunciou prêmio por morte de Alexandre de Moraes

Polícia Federal prendeu, nesta segunda-feira (6), o influenciador bolsonarista Márcio Giovani Nique, conhecido como "Professor Marcinho". A prisão, ocorrida em Santa Catarina na véspera das manifestações de sete de setembro, foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)  Alexandre de Moraes e é preventiva - ou seja, não tem data para acabar.

As informações foram primeiro reveladas pelo site "O Globo". No histórico de Professor Marcinho estão ameaças diretas ao ministro Alexandre de Moraes: em um vídeo recente, o bolsonarista indicou que um empresário estaria pagando pela morte do ministro indicado por Michel Temer à suprema corte, e que hoje é considerado o principal antagonista da agenda bolsonarista no Judiciário.

"Não vou falar agora quem é, mas existe: pode me torturar, mas tem um empresário grande aí que tá oferecendo...tem até uma grana federal que vai sair o valor pela cabeça do Alexandre de Moraes. Vivo ou morto, para quem trazer ele", começa o influenciador, durante uma live ocorrida recentemente. A ameaça, então, passa a ser geral aos onze ministros do STF: "Demorou mas aconteceu: agora ministro do Supremo vai ter prêmio pela cabeça deles."

A ação autorizada por Moraes ocorre em uma sequência de decisões que buscam neutralizar a ação de alguns influenciadores bolsonaristas para a manifestação deste dia sete de setembro - que possui uma pauta antidemocrática e que deve ser palco para o presidente Jair Bolsonaro tentar demonstrar força: na sexta-feira (3) Moraes autorizou o pedido da PF para prender Wellington Macedo, que ameaçou invadir a suprema corte no dia da manifestação.


> Carla Zambelli utiliza depoimento na PF para criticar Alexandre de Moraes
> Bolsonaro reforça convocação para atos do Sete de Setembro via redes sociais

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo