Toffoli estende home office para servidores do STF até janeiro de 2021

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, assinou na última quarta-feira (29) uma resolução expandindo o trabalho remoto de servidores da Corte por mais nove meses, até 31 de janeiro de 2021. A medida visa reforçar o isolamento social, principal mecanismo para conter a disseminação do coronavírus.

Leia aqui a íntegra da resolução.

Toffoli destacou a eficácia das resoluções anteriores no combate ao coronavírus. “Até a presenta data não houve registro de casos confirmados da Covid-19 entre servidores do tribunal”, afirmou.

Para a eficiência do trabalho remoto, a resolução destaca alinhamento estratégico; planejamento; comunicação constante; e a necessidade de integração com o trabalho presencial. Recomenda-se aos servidores uma rotina estruturada de trabalho, que inclua um mínimo de três reuniões por semana, em dias distintos e com duração estimada de 15 a 30 minutos, preferencialmente por videoconferência.

Os gabinetes dos 11 ministros ficam liberados para adotar outros formatos de gestão de suas atividades. As sessões do Plenário têm sido realizadas virtualmente.

Centrão aguarda resposta de governo sobre cargos

> Cadastre-se e acesse de graça por 30 dias o melhor conteúdo político premium do país   

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!