Senador Acir Gurgacz deixa hospital e é levado para delegacia da PF

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) deixou o Hospital São Lucas, onde estava internado, em Cascavel (PR), nesta terça-feira (16), e foi levado para a sede da Polícia Federal (PF) em Foz do Iguaçu (PR).

Acir deve seguir amanhã (quarta, 17) para Brasília, para dar início ao cumprimento da pena de quatro anos e seis meses, em regime semiaberto, por crimes contra o sistema financeiro.

Em Brasília, o senador passará por perícia médica no Instituto Médico Legal (IML), segundo determinação da juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Acir poderá ficar na ala de custódia hospitalar do Complexo Penitenciário da Papuda, caso haja necessidade de internação, ou em ala reservada para presos vulneráveis.

Acir foi condenado em fevereiro pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), acusado de obter, por meio de fraude, financiamento junto ao Banco da Amazônia para renovar a frota de ônibus de uma empresa de transporte pertencente à sua família.

O político foi internado na última quarta-feira (10), em hospital pertencente à sua família. A defesa solicitou o adiamento da prisão durante a internação, mas o ministro do STF Alexandre de Moraes não concedeu o pedido.

 

Hospital da família de senador impede PF de transferi-lo para prisão

acir gurgaczAlexandre de MoraesSTF