PF prende suspeitos de ataque cibernético contra o STF

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (8), três pessoas suspeitas de executarem um ataque cibernético ao Supremo Tribunal Federal (STF) em maio. Os mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na operação, os agentes da PF cumprem mandados de busca e apreensão em Goiás e São Paulo, e de prisão temporária em Pernambuco. Os suspeitos presos são acusados de invasão a dispositivo de informática e associação criminosa.  A tentativa de invasão investigada pelo órgão aconteceu em maio e, na ocasião, o site do STF ficou fora do ar por algumas horas.

PGR acusou parlamentares por atos antidemocráticos antes de engavetar caso

> Moraes retira sigilo de inquérito sobre atos antidemocráticos

Continuar lendo