Moro rebate Gilmar Mendes e o chama de “comentarista político”

O titular da pasta de Justiça, Sergio Moro, rebateu nesta quarta-feira (8) as críticas do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes à sua atuação em meio a pandemia do novo coronavírus.

O ministro da Justiça disse à colunista Bela Megale, do jornal O Globo, que não há motivos para o cidadão se preocupar. “Estamos trabalhando nessa questão e em várias outras ao mesmo tempo. Não pretendo, porém, atuar como comentarista político como outros se sentem, estranhamente, à vontade”, disse ele.

> Moraes impede Bolsonaro de decretar fim do isolamento social nos estados

Ao defender seu trabalho, Moro aproveitou para alfinetar Gilmar. “Até entendo que há pessoas que não se preocupem com a soltura de criminosos, mas é trabalho do Ministério da Justiça e Segurança Pública cuidar da segurança das pessoas e evitar o aumento da violência e da criminalidade”, disse ele.

Críticas a Moro

Em entrevistas recentes, o ministro Gilmar Mendes tem dito que o Ministério da Justiça é um “ilustre ausente” na crise do novo coronavírus e que o Ministério da Justiça é um “órgão faltante” nessa crise. Também afirmou que o ex-juiz deveria atuar na pacificação do conflito entre presidente Jair Bolsonaro e os governadores, mas destacou que “aqui o piloto fugiu”.

“Não sei se foi bom para o Sergio ter vindo para o governo. Acho que para o país foi”, avaliou Gilmar, que é crítico à operação Lava Jato.

Brasil registra 20º dia de panelaço contra Bolsonaro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!