Alexandre de Moraes é o novo relator do inquérito de Jair Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, é o novo relator do inquérito 4831, que investiga se houve interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal. A redistribuição acontece após determinação do presidente da corte, Luiz Fux, para impedir que o ministro indicado por Bolsonaro seja relator do caso, que investiga se houve interferência do presidente na Polícia Federal.

A redistribuição se deu por meio de sorteio eletrônico nesta terça-feira (20) e caberá a ele a relatoria da investigação no lugar de Celso de Mello, que se aposentou no último dia 13.

A movimentação aconteceu a pedido dos advogados do ex-ministro Sergio Moro. Após o desembarque do Ministério da Justiça e Segurança Pública em abril, o ex-juiz acusou o presidente de tentar interferir na cúpula da Polícia Federal.

Nesta quarta-feira (21), o indicado de Bolsonaro ao STF, o desembargador Kassio Nunes Marques, será sabatinado pelo Senado. Caso aprovado, o magistrado vai herdar todos os processos de Celso de Mello, com exceção deste inquérito redistribuído hoje.

Alexandre de Moraes também é relator dos inquéritos sobre as fake news e que investiga manifestações antidemocráticas contra o Supremo.

> Luiz Fux vai redistribuir inquérito sobre Bolsonaro ainda hoje

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!