Protestos, repressão e ameaças: Amapá em caos após uma semana sem luz. Assista

Uma semana após um blecaute deixar todo o estado sem luz, moradores do Amapá continuam sofrendo as consequências da falta de energia elétrica. Fotos e vídeos gravados em Macapá na noite desta terça-feira (10) mostram protestos ocorrendo em várias partes da cidade. Em municípios vizinhos, há também relatos de ameaças e assédio por parte de policiais militares.

Na última noite, manifestações contra os seguidos cortes de energia chegaram aos bairros mais nobres da capital. Barricadas foram montadas na rodovia Juscelino Kubitschek.

Uma pessoa que se apresenta como moradora do bairro Buritizal, na zona sul da cidade, afirmou que sua região estava há 16 horas sem luz. "Eu moro há mais de 40 anos neste bairro, e ele está há mais de 16 horas sem energia", disse a manifestante, sem se identificar."Um vizinho meu foi assaltado mais cedo, porque não há energia no bairro."

A repressão dos policiais à manifestação também foi registrada por vídeos,. Em um vídeo, é possível ver pelotão de choque da Polícia Militar agindo no bairro do Macapaba. uma base da Polícia Militar que ainda não havia sido inaugurada no bairro foi depredada.

base da PM, que ainda não foi inaugurada, foi depredada durante protestos.Base da PM em Macapá, que ainda não foi inaugurada, foi depredada durante protestos.

O Congresso em Foco apurou com fontes no próprio estado que os vídeos e imagens que compõem esta reportagem ocorreram na terça-feira (10).

Um vídeo, gravado em Santana, cidade na região metropolitana de Macapá, mostra o que seria uma abordagem de PMs a um comerciante. Segundo este comerciante, a abordagem da polícia só ocorreu após este ter participado dos protestos contra a falta de luz no Amapá, e apresentado denúncia contra a postura de policiais.

A abordagem tinha como objetivo aparente levá-lo preso – com isso, o homem se refugia no interior de uma loja de bicicleta. Após uma discussão, os policiais partem sem levá-lo. O Congresso em Foco apurou se tratar de um vídeo verdadeiro e recente, mas não conseguiu precisar a data em que o vídeo foi gravado.

Desde o dia 3, o estado do Amapá está sem um abastecimento confiável de energia. Após uma tempestade, um transformador sob responsabilidade da empresa espanhola Isolux deixou todos os 16 municípios do estado sem energia elétrica. A incapacidade de transmissão da energia também paralisou a geração da eletricidade, que ocorre primariamente por uma usina hidrelétrica ao norte da capital.

Apesar de o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ter viajado para o estado logo no dia 4, a situação se agravou, e chegou na sexta-feira com quase todos os municípios sem energia elétrica há mais de 60 horas. Ainda nesta quarta-feira, o fornecimento ainda não foi restabelecido completamente em todo o estado.


> Apagão no Amapá amplia resistência de Alcolumbre à privatização da Eletrobras
> Davi Alcolumbre defende cassação de concessionária por apagão no Amapá

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!