Chuvas deixam 5 mil desalojados no Rio de Janeiro

Cerca de 5 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas por causa das chuvas no estado do Rio de Janeiro. A informação é do último boletim divulgado nesta segunda-feira (2) pela Defesa Civil Estadual (Sedec-RJ) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro. Os números dos boletins são atualizados pela Defesa Civil dos municípios e mudam a todo instante.

> Crivella: cariocas moram em área de risco para economizar com ‘cocô e xixi’

Até o momento, quatro mortes foram confirmadas. Por causa das chuvas, os bombeiros atenderam mais de 800 chamados no estado do Rio de Janeiro desde a manhã de sábado (29). Os atendimentos incluem salvamentos, cortes de árvores, buscas e resgates.

A Sedec-RJ informou que está distribuindo material de ajuda humanitária em apoio à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em várias regiões, incluindo os municípios de Magé, Belford Roxo, Guapimirim, Seropédica, Rio de Janeiro, Itaguaí, Mesquita, Queimados e Rio Bonito.

As equipes da Defesa Civil Estadual estão trabalhando diretamente nos municípios mais afetados, que pediram apoio em razão dos grandes danos causados pelas precipitações.

De acordo com o boletim, aproximadamente 3 mil itens foram entregues, entre kits-dormitório e de higiene, galões de água e cestas básicas.

Tempo instável

Para esta terça-feira (3), o boletim meteorológico divulgado pela Defesa Civil do Governo do Rio de Janeiro prevê tempo instável no estado. Para todo o território fluminense, há previsão de chuva. As pancadas de chuva deverão ser de moderadas a ocasionalmente fortes na região serrana e na regiões norte e nordeste do estado. Os ventos estarão de fracos a moderados.

A temperatura mínima prevista no estado é de 17 graus Celsius (°C) na região serrana e a máxima, 28°C na capital, na região sul e nas Baixadas Fluminense e Litorânea.

O município do Rio de Janeiro continua em estágio de alerta devido às chuvas. A previsão para a cidade é de chuva fraca a moderada durante a noite, segundo o Sistema Alerta Rio, da Prefeitura do Rio.

O tempo deverá permanecer nublado com chuva fraca a moderada amanhã. A temperatura mínima prevista é 17 °C e a máxima, 28°C, na capital.

Marcelo Crivella

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), disse que os moradores gostam de morar perto de áreas de risco porque gastam menos tubos para colocar cocô e xixi e ficam "livre daquilo".  As declarações foram feitas em uma reunião no Centro de Operações Rio (COR), no  último domingo (1°), que foi transmitida ao vivo na rede social do prefeito.

Eduardo Paes e Freixo ameaçam reeleição de Crivella no Rio

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!