Corrupto e desumano, Bolsonaro perdeu o direito de governar, diz Tabata

A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) é uma das 46 pessoas que assinaram o superpedido de impeachment de Jair Bolsonaro, entregue ontem à Câmara. Para ela, o presidente da República é corrupto e perdeu o direito de governar por sua falta de humanidade demonstrada na pandemia.

“É civilização versus trevas. Quem é democrata versus quem não é”, disse a deputada em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco. “Quem sacrifica vidas em nome do lucro não tem um pingo de humanidade para governar o país neste momento de pandemia”, acrescentou.

Veja o vídeo:

Segundo Tabata, o movimento pelo impeachment de Bolsonaro deixou de ser uma disputa ideológica para ser uma bandeira de quem preza pela democracia no país. “Bolsonaro é corrupto, não é de hoje. É do homem da Wal do Açaí, do combustível superfaturado, das rachadinhas, dos funcionários fantasmas, mas por alguma razão algumas pessoas acreditaram que ele era contra a corrupção”, disse a pedetista.

“Este governo perdeu o direito de governar. A história não perdoa quem é conivente com a morte e com a corrupção”, acrescentou. O superpedido de impeachment é encabeçado por movimentos sociais e parlamentares de diversos espectros políticos, do Psol a ex-bolsonaristas, como Kim Kataguiri (DEM-SP), Alexandre Frota (PSDB-SP) e Joice Hasselmann (PSL-SP).

> Bolsonaro encontrou Barros ao menos 10 vezes após denúncia

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo