Ato pró-impeachment tem banho de leite condensado e pacientes sufocados

Manifestações pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro marcaram este domingo (31) no Brasil e em vários países do mundo. Em Brasília, o ato foi realizado na Esplanada dos Ministérios, contando com intervenções artísticas e carreata. Manifestantes reproduziram banhos de leite condensado, em referência aos gastos do governo federal com o produto. Outros, vestidos com roupas de pacientes hospitalares, colocaram sacos plásticos na cabeça, simulando o sufocamento, a falta de ar, provocados pelo coronavírus, em alusão à política falha do governo federal no combate à pandemia.

As mobilizações foram convocadas por movimentos sociais e partidos de esquerda.

>Brasil e outros 20 países terão atos pelo impeachment de Bolsonaro neste domingo

As manifestações criticam o posicionamento negacionista assumido pelo presidente durante o enfrentamento da pandemia de coronavírus, a disseminação de fake news pelo presidente e aliados e o avanço do desmatamento. Essas mobilizações pressionam também o Congresso Nacional, que acumula 65 pedidos de impeachment do chefe do Executivo. Os protestos ocorreram também de forma virtual com tuitaços usando as hashtags #ForaBolsonaro e #StopBolsonaroMundial.

Também estão previstos atos para esta tarde em cidades no interior de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Vejas algumas das postagens realizadas neste domingo de manifestações:


 >Caminhoneiros confirmam greve e alegam situação pior que a de 2018

>O que você precisa saber sobre os candidatos a presidente da Câmara e do Senado

Continuar lendo