Whindersson entra no debate político e mobiliza oposição apartidária no Twitter

O youtuber e comediante Whindersson Nunes entrou no debate político e tem usado o Twitter para manifestar suas posições contrárias ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Segundo dados da Sala de Democracia Digital, da Fundação Getúlio Vargas, ele se junta ao influenciador Felipe Neto e assume voz central nos grupos de oposição não alinhados a  bases partidárias.

> Isolamento social de forma correta teria salvado 28 mil vidas

No fim de semana, Whindersson Nunes se posicionou de forma clara em oposição ao governo e acabou atraindo para si perfis não alinhados a grupos partidários, mas contra as políticas atuais de combate à Covid-19, assumindo a posição de “líder” deste grupo no Twitter e dividindo protagonismo antigoverno com Felipe Neto.

Somadas, as duas bases não alinhadas e partidárias de oposição chegam a 69% dos perfis do mapa de interações, percentual regular de organização dos grupos críticos ao governo federal na rede nos últimos meses.

Segundo análise dos pesquisadores da FGV, um impacto muito relevante da entrada de Whindersson na discussão política é o fato de que pela primeira vez o grupo não alinhado, que apenas às vezes se “agregava” ao grupo amarelo, se organiza a partir de um influenciador direto, o que pode mudar de forma significativa o engajamento de oposição ao governo federal para além da política partidária via redes sociais.

O especialistas apontam que apesar da mobilização digital para os protestos antigoverno, a agenda discursiva nas redes ainda se organiza, sobretudo, a partir do cotidiano da quarentena e do questionamento às ações do governo federal quanto aos dados da pandemia e do desrespeito da população ao distanciamento social e às medidas preventivas contra o coronavírus.

Esse movimento mantém o grupo pró-governo com baixa capacidade de expansão, apesar da alta atividade -- 14% dos perfis, mas 35% das interações. Ainda em isolamento e dependente de interações internas, sem falar com os demais grupos, persiste em retroalimentação, enquanto um emergente grupo rosa a partir da atuação digital de Whindersson tem a capacidade de atrair novas contas que não costumam interagir em relação a assuntos de política nacional.

> Centenas de manifestantes protestam pacificamente contra Bolsonaro em Brasília

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!