Weintraub ironiza possibilidade de coronavírus em evento de educação com Maia

Na segunda-feira (9), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida e outras autoridades estiveram no Encontro Anual EducaçãoJá!, realizado pela ONG Todos pela Educação. Nesta terça-feira (10), a organização cancelou o segundo dia de evento porque Priscila Cruz, presidente da ONG, está com suspeitas de ter contraído o coronavírus. Como anfitriã do evento, Priscila, que voltou recentemente de uma viagem a Europa, cumprimentou as autoridades.

> Mortes por coronavírus no mundo passam de 4 mil. Sem óbitos, Brasil chega a 30 casos

“Nas primeiras horas de hoje, o Todos Pela Educação foi informado de que um dos integrantes da organização do evento Encontro Anual EducaçãoJá! está sob suspeita de contaminação por Sars-COV-2, agente causador da doença Coronavírus Covid-19, que causa infecções respiratórias. Embora ainda não haja confirmação do quadro e nem determinação oficial das autoridades de saúde, decidimos cancelar o evento como medida preventiva. Apesar dos transtornos que essa medida gera, a decisão visa à segurança e à saúde de todos os participantes”, diz a nota emitida na manhã desta terça-feira.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, que foi criticado por Maia durante o evento realizado na segunda-feira, comentou a possível contaminação por coronavírus no encontro.

Logo após esse tuíte, o ministro publicou o seguinte salmo bíblico.

O evento aconteceu em Brasília e reuniu deputados, senadores, secretários estaduais de educação e dezenas de jornalistas.

A organização do evento pede “a todos que, porventura, tenham comparecido ao evento e, portanto, circulado em ambiente sob suspeita sigam as orientações do Ministério da Saúde”.

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!