TST decide que trabalhadores dos Correios devem retornar ao trabalho nesta terça

O  Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou o fim da greve dos Correios. Os trabalhadores devem voltar ao trabalho nesta terça-feira (21) sob pena de multa caso a categoria não cumpra a determinação. O TST aprovou ainda um reajuste de 2,6% para os funcionários. A maioria decidiu que a greve, iniciada no dia 17 de agosto, não foi abusiva. No entanto, haverá desconto de metade dos dias parados e o restante deverá ser compensado.

Relatora do processo no TST, a ministra Kátia Arruda afirmou que a greve foi  a única solução diante da retirada de direitos adquiridos da categoria.“É a primeira vez que julgamos uma matéria em que uma empresa retira praticamente todos os direitos dos empregados”, afirmou.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT), a paralisação se deu por funcionários serem contra a privatização da empresa, além da "perda de direitos" e a "negligência com a saúde dos trabalhadores em relação à covid-19".

> Sem acordo em audiência, greve dos Correios será julgada pelo TST no dia 21

> Trabalhadores dos Correios entram em greve em todo o país

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!