Rejeição a Bolsonaro cresce e bate recorde de 51%, indica Datafolha

A rejeição à gestão do presidente Jair Bolsonaro subiu para 51% conforme pesquisa Datafolha divulgada na tarde desta quinta (8). O índice corresponde àqueles que consideram o governo ruim ou péssimo e é considerada a pior marca desde que ele assumiu o cargo, em 2019.

A sondagem foi realizada entre os dias 7 e 8 de julho, com pessoas acima dos 16 anos em 146 municípios brasileiros e de maneira presencial, tendo margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O índice de rejeição visto na pesquisa realizada em maio, pelo Instituto, era de 45% e o crescimento no percentual dos entrevistados que avaliaram o governo como ruim ou péssimo pode ser atribuído à redução do grupo dos que consideram o governo regular. Também na pesquisa Datafolha realizada em maio, este índice era de 30%, contra os 24% vistos na rodada da sondagem divulgada nesta terça.

Na rodada anterior, divulgada em maio, o presidente apresentava 45% de rejeição. avaliação de ruim ou péssimo. A diferença pode ser atribuída a uma queda no percentual dos entrevistados que consideravam o governo regular. Antes, eram 30% e agora são 24%.

Enquanto isso, a avaliação positiva do presidente permaneceu estável, correspondendo a 24%.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo