Primeira pesquisa após saída de Moro mostra queda na popularidade de Bolsonaro

A saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública piorou a avaliação do presidente Jair Bolsonaro, segundo a primeira pesquisa realizada após a demissão do ex-juiz. De acordo com levantamento do Atlas Político, Bolsonaro só ganhou pontos com 4,2% dos entrevistados e perdeu com dois terços deles. Para 66,1% das pessoas ouvidas, piorou a avaliação que elas fazem do presidente. Outros 27,8% disseram que o episódio não alterou sua visão a respeito de Bolsonaro.

Fonte: Atlas Político

Também caiu para 21% o índice dos que consideram ótima ou boa a gestão do presidente. Em 20 de março, essa aprovação era de 26%. Já o percentual dos que o avaliam como ruim ou péssimo saltou de 41% para 49% no mesmo período. Para 28%, Bolsonaro tem desempenho regular (eram 33% há pouco mais de um mês).

Fonte: Atlas Político

O levantamento mostra que, na queda de braço entre o presidente e o ex-ministro, a grande maioria ficou do lado do ex-juiz da Lava Jato. De acordo com a pesquisa, 72,2% concordam com as críticas feitas por Moro a Bolsonaro; 19,1% discordam e 8,7% não têm opinião formada. Conforme o Atlas, 15,7% deram razão ao presidente no episódio, 75,6% acreditam que ele esteja errado e 17% entendem que nenhum dos dois agiu corretamente.

Fonte: Atlas Político

> Em carta, delegados federais pressionam Bolsonaro e exigem garantia de autonomia

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!