Luciano Huck e Vem Pra Rua chamam para panelaço contra Bolsonaro nesta sexta

A ação do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de covid-19 deve gerar um novo panelaço na noite desta sexta-feira (15). Antigos apoiadores do presidente, assim como celebridades, estão mobilizando uma manifestação pelas janelas de casa, às 20h30 de hoje.

> A anatomia do vídeo de bolsonaristas que defendem “tratamento precoce”

Um dos principais articuladores é o Vem Pra Rua, movimento ligado à Lava Jato e que já apoiou o governo, enquanto o ex-ministro da Justiça Sergio Moro integrava o poder Executivo. Hoje contrário às atitudes do Executivo, o VPR convoca as manifestações em suas redes desde o início da manhã.

Outro a declarar apoio à manifestação foi o apresentador de TV Luciano Huck, que tem pretensões de disputar as eleições de 2022. Também no Twitter, Huck convidou seus 13,1 milhões de seguidores ao ato. Outro a convocar o mesmo ato foi o escritor Antônio Prata.

João Amôedo, um dos  fundadores do Partido Novo, também  compartilhou em suas redes sociais uma convocação para o panelaço.

O panelaço deve contar, também, com a participação de membros da oposição. As páginas de alguns deputados do PT, como Airton Faleiro (PA) e de organizações como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) anunciou que ira aderir ao protesto.

Bolsonaro afirmou que o governo "fez o que pode" para evitar a pandemia de covid-19 em Manaus – mas a cidade assiste a um segundo colapso do sistema de saúde em menos de um ano, sem conseguir garantir oxigênio à vítimas da doença respiratória e com ações do Ministério da Saúde focando em um suposto "tratamento precoce", considerado ineficaz contra a covid.

Nas últimas semanas, a imposição de lockdown na cidade foi cogitada pelo governador e pelo prefeito – mas foi rebatida por deputados bolsonaristas. Nesta semana, Manaus tem sepultado por dia seis vezes mais cadáveres que na mesma época de 2020.

> Deputados bolsonaristas fizeram campanha contra distanciamento em Manaus

Continuar lendo