Prefeito de Nilópolis tem morte cerebral causada por Covid-19

O prefeito de Nilópolis (RJ), Farid Abrahão David (PTB), teve morte cerebral anunciada no fim da noite desta sexta-feira (11). Farid, que tinha 76 anos, estava internado no hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro, desde o dia 30 de novembro para se tratar de sintomas da covid-19.

Ex-deputado estadual, Farid estava concluindo seu terceiro mandato como prefeito na cidade de 160 mil pessoas na baixada fluminense. Por conta da idade, planejou que este seria sua última passagem pela prefeitura. Para isso, trabalhou ativamente na campanha de seu filho, Abraãozinho (PL), que foi eleito prefeito da cidade com 48% dos votos.

O ex-prefeito também se tornou conhecido por presidir, por 28 anos, o G.R.E.S. Beija-Flor. Junto aos mandatos de seu irmão, o bicheiro Anísio Abrahão David, a Beija-Flor se tornou mundialmente conhecida e empilhou títulos e influência no carnaval carioca. Hoje, o filho do ex-prefeito, Ricardo David, comanda a escola. Nas redes sociais, a agremiação prestou homenagem ao seu ex-presidente:

 

Com a morte de Farid, assume a prefeitura sua vice e esposa, Jane Louise Martins David, de 74 anos, até o dia 1º de janeiro.


> Governo vai centralizar distribuição de vacinas contra covid-19, diz Caiado
> Deputados destinam dinheiro público a escolas ligadas a igrejas. Veja como cada um votou

Continuar lendo