Ministro do Turismo trata Covid com remédio sem eficácia comprovada

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi ao Twitter neste domingo para afirmar que está se tratando da covid-19 com hidroxicloroquina, remédio defendido por Bolsonaro como eficaz para o tratamento da doença.

Segundo médicos e especialistas em medicina ao redor do mundo, o composto farmacêutico não possui eficácia comprovada contra o coronavírus, podendo causar efeitos diversos ao paciente.

"Três dias após a confirmação sigo totalmente assintomático e me sentindo muito bem. O tratamento?", questionou o ministro. Ele mesmo respondeu: "Hidroxicloroquina! Sou mais um entre os milhões de brasileiros que confiam na medicação para o tratamento precoce."

Em outra mensagem, o ministro ainda afirmou que deve adotar, nesta semana, o regime de home office como "prevenção", mas que continua focado na franca retomada do Turismo no Brasil. Um dos que interagiram com a mensagem do ministro foi o diretor da Fundação Palmares, Sérgio Camargo. "Santa cloroquina! Bolsonaro sempre teve razão", escreveu o dirigente.

Álvaro Antônio foi diagnosticado na última sexta-feira (18) com a covid-19. Marcelo, o nono ministro do governo Bolsonaro a testar positivo, esteve presente na posse do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que desde o dia 10 já apontou sete autoridades infectadas.

>Bolsonaro nomeia ex-senador do Centrão para cargo no Ministério do Turismo
>Superfaturamento e ineficácia: cloroquina coloca governo na mira de tribunais

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!