Manifestação em frente ao Planalto pede a saída de Bolsonaro

Nesta quarta-feira (20) manifestantes do Partido dos Trabalhadores (PT), Partido da Causa Operária (PCO) e movimentos sociais pediram a saída de Jair Bolsonaro da presidência da República. O ato aconteceu em frente do Palácio do Planalto e reuniu cerca de 60 pessoas, segundo o jornal O Globo.

>Bolsonaro diz que Pazuello ficará por muito tempo no Ministério da Saúde

Os manifestantes carregavam faixas com dizeres "genocida", "eugenista" e "bozo" em ataque ao presidente. Eles se posicionavam com o espaçamento recomendado pelo Ministério da Saúde. Entre as faixas havia críticas ao retorno das atividades durante a pandemia de covid-19, defendido pelo presidente . "O CPF morre, o CNPJ vive?", questionavam em faixas.

Um grupo menor, posicionado à direita, formado por cerca de 20 manifestantes apoiadores do presidente também realizava uma manifestação e gritavam "mito" em defesa do presidente. Segundo o jornal, um dos integrantes do grupo apoiador de Bolsonaro desferiu ofensas contra os manifestantes da oposição ao governo, que tentou atacá-lo fisicamente e foram separados por agentes de segurança.

Em seguida, policiais mantiveram os grupos adversários separados e isolaram a rampa de acesso ao Planalto. Integrantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável por garantir a segurança do presidente da República e policiais militares faziam a segurança no local.

>Havan passa a vender alimentos para poder reabrir como serviço essencial

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!