Malafaia diz que saída de Moro foi um “absurdo” e “erro político” de Bolsonaro

Um dos maiores apoiadores de Jair Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia, criticou a decisão tomada pelo presidente de demitir Maurício Valeixo da diretoria geral da Polícia Federal. Para Malafaia, esse foi o "maior absurdo e falta de habilidade política" do presidente.

Depois de reações que interpretam o tuíte como um rompimento de Malafaia com Bolsonaro, o pastor escreveu uma nova publicação em que volta a criticar pontualmente o presidente, mas garante que ainda o apoia.

Outro grande apoiador de Jair Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, dono da rede de Lojas Havan também comentou a saída do ministro. Em seu Twitter, o empresário pegou mais leve do que o líder religioso e limitou-se a dizer que está ao lado de Moro. "Obrigado por tudo que você fez pelo nosso país. Gerações e gerações lembrarão do seu legado. O povo brasileiro estará sempre ao seu lado. Estamos juntos", publicou.

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!