Major Olimpio se diz perplexo com declarações de Bolsonaro contra o PSL

Após Bolsonaro dizer para o seguidor "esquecer o PSL", o líder da sigla no Senado, Major Olimpio (SP), se disse perplexo com a fala do presidente. “Eu estava dentro da CCJ [Comissão de Constituição e Justiça] e a colega de vocês [da imprensa] me passou [a situação], e eu só posso dizer que estou perplexo. Eu não sei qual seria a motivação. Só o presidente poderia esclarecer qual seria a motivação dele”, afirmou o líder.

> Bolsonaro pede para que esqueçam o PSL e que o presidente do partido está "queimado"

Major ressaltou a fidelidade que o partido tem com o presidente, e disse ainda que na sigla Bolsonaro determina o que todos precisam fazer, e eles seguem as orientações. “O PSL, o partido do presidente, é o único partido que é 100% fiel ao presidente em todas as votações. Todos os pedidos, entenda-se os pedidos até como determinação - haja vista que ele seja o nosso líder maior -, são atendidos pela direção do partido, eu realmente estou perplexo com a manifestação”, declarou.

Quando questionado sobre a possibilidade de Bolsonaro deixar o PSL, Olimpio disse desconhecer a situação e brincou que caso ela faça isso, será como "alguém morar sozinho e fugir de casa".

"O PSL é ele, o PSL cresceu entorno do colo dele. Nós nos elegemos e temos uma bancada robusta por causa do presidente Jair Bolsonaro. Eu não vejo motivos, se tiver qualquer circunstância é mais fácil resolver qualquer circunstância ou desacordo do que ele sair”, disse Major e afirmou que via a relação de Bolsonaro com a sigla como "uma comunhão absolutamente tranquila”. “Pegou a todos de calças curtas”, finalizou o líder.

> "Que se dane se é filho do presidente", diz Major Olimpio sobre Flávio Bolsonaro

> Entre agora no Catarse para colaborar com o jornalismo independente

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!