Jornalistas são hostilizados por apoiadores do Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acusou a imprensa, mais uma vez, de deturpar as suas falas. "Se vocês escreverem o que eu falo, eu falo com vocês", disse entrando no carro na saída do Palácio da Alvorada.

>Bolsonaro ataca jornalista da Folha com comentários sexuais

Em seguida, apoiadores do presidente aplaudiram a fala do mandatário e começaram a hostilizar os jornalistas. O grupo chamou os jornalistas de "canalhas" por diversas vezes.

Do Alvorara o presidente Bolsonaro seguiu para uma reunião com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Nesta quarta-feira (19), o ministro publicou uma portaria em que autorizou o envio da Força Nacional para reforçar a segurança no Ceará, que tem enfrentado conflitos causados pela greve dos policiais. A categoria reivindica aumento salarial. Na tarde desta quarta-feira (19), o senador Cid Gomes foi baleado durante as manifestações em Sobral, no Ceará.

Todas as manhãs na portaria do Alvorada, residência oficial do presidente da república, Bolsonaro conversa com apoiadores e costuma conceder uma entrevista aos jornalistas.

>Força Nacional de Segurança deve chegar nesta quinta ao Ceará

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!