Itamaraty renova passaporte diplomático de Edir Macedo

A renovação do passaporte diplomático de Edir Macedo, chefe da Igreja Universal do Reino de Deus, e de sua esposa, Ester Eunice Rangel Bezerra, foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira. A portaria do Itamaraty concedendo o passaporte especial foi assinada na sexta. Edir Macedo e a esposa têm o passaporte especial desde 2006, quando decreto emitido pelo governo Lula especificou as regras para concessão do documento, inclusive para representantes de ordem religiosas.

Veja a portaria do DOU.

O passaporte diplomático é concedido a autoridades como parlamentares, ministros de Estado e do Supremo Tribunal Federal (STF), presidente da República, entre outros. O portador do documento tem facilidades para embarcar em aeroportos, como prioridade em filas e no despacho de bagagens, e, em alguns casos, até a dispensa de visto para entrar em vários países.

Em 2016, o documento foi concedido para o pastor Samuel Cássio Ferreira,  presidente da Assembleia de Deus Ministério Madureira, que na época estava sendo investigado pela Operação Lava Jato. Samuel foi um dos líderes religiosos escolhidos por Temer para celebrar um culto ecumênico no Palácio do Planalto quando o medebista foi empossado na Presidência da República. Em 2011, o documento também causou polêmica quando foi concedido para dois dos filhos do ex-presidente Lula.

De acordo com o Itamaraty, qualquer líder religioso, de qualquer culto, podem solicitar o passaporte diplomático. É necessário que o pedido seja fundamentado. As solicitações são analisadas individualmente.

Justiça, Itamaraty e PF se reúnem para devolver Brasão aos passaportes

OAB pede que filhos de Lula devolvam passaportes

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!