CNI/Ibope: maioria dos eleitores está otimista com futuro governo Bolsonaro

Pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quinta-feira (13) mostra que a maioria dos eleitores está otimista com o futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O levantamento foi feito de 29 de novembro a 2 de dezembro, em 127 municípios, com 2.000 eleitores com 16 anos ou mais. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o grau de confiança de 95%.

De acordo com a consulta, 64% dos eleitores responderam terem boas ou ótimas expectativas sobre a nova gestão. Os que têm expectativas ruins ou péssimas somam 14%. Quando a pergunta feita aos entrevistados é sobre se Bolsonaro está no caminho certo ou errado, os resultados foram:

A pesquisa também abrangeu as expectativas com relação à vida dos entrevistados e à economia em 2019. Os números mais uma vez mostram otimismo. Entre os eleitores, 69% acredita que sua vida vai melhorar ou melhorar muito ano que vem. No caso da economia, a taxa cai para 66%.

Leia a íntegra da pesquisa.

O otimismo é maior entre os eleitores com renda superior a cinco salários mínimo (75%). No caso dos entrevistados com renda de até um salário mínimo, 51% responderam estar otimistas ou muito otimistas.

Os maiores problemas 

O Ibope questionou aos eleitores quais os problemas que devem melhorar no primeiro ano do governo Bolonaro, com a possibilidade de escolha de três entre os listados. Os mais mencionados foram a violência, a corrupção e o desemprego.

Os consultados responderam que as prioridades da nova gestão devem ser: a melhora dos serviços de saúde, a geração de empregos e o combate à corrupção.

Bem informados

Um em cada três brasileiros se diz muito informado ou informado sobre as propostas apresentadas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro ou por sua equipe. Os que se dizem mais ou menos informados são 33% e os pouco informados são 16%. Os que afirmam não saber nada sobre as propostas do presidente eleito também são 16%.

Entre os brasileiros que se dizem ao menos um pouco informados sobre as propostas do presidente eleito Jair Bolsonaro e sua equipe, 75% dizem aprovar de forma geral as propostas.

Quando questionados sobre quais propostas apresentadas por Bolsonaro e sua equipe nesse período de transição que eles mais lembram, 40% afirmaram não lembrar de nenhuma e 7% não souberam ou não quiseram responder a pergunta.

A proposta mais lembrada espontaneamente pelos brasileiros foi a reforma da previdência, mencionada por 12% dos entrevistados. Em seguida, citadas por 9% dos brasileiros cada, aparecem as propostas de liberação da posse ou do porte de armas e o combate à corrupção.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!