Homem é detido após atirar tinta vermelha na rampa do Palácio do Planalto

Um homem atirou um balde com 18 litros de tinta vermelha em frente ao Palácio do Planalto, na direção da rampa usada por autoridades em eventos oficiais, na manhã desta segunda-feira (8).

A tinta foi jogada de um carro em movimento, que em seguida foi alcançado pela segurança do Palácio e entregue à polícia. Segundo o portal G1, funcionários da limpeza foram acionados para remover a tinta. O presidente Jair Bolsonaro estava no prédio no momento do ato.

Presidente do BB defende privatização frente a “amarras do setor público”

O Palácio do Planalto é a sede do governo federal e local de trabalho do presidente da República. O edifício faz parte do conjunto arquitetônico da capital federal, considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como patrimônio da humanidade, e é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No último domingo, Brasília e diversas capitais foram palco para manifestações contrárias ao governo Bolsonaro. Os grupos favoráveis à democracia trazem na sua pauta reivindicações contra a condução da crise de coronavírus pelo governo federal.

Em nota, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) explicou que a tinta foi removida e classificou o ato como vandalismo. A nota ressalta que a conservação do patrimônio histórico deve ser de interesse público.

Veja a íntegra da nota do GSI:

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República informa que, na manhã desta segunda-feira (8), o Palácio do Planalto foi vítima de um ato de vandalismo, quando um indivíduo lançou tinta na rampa do prédio.

O Palácio do Planalto é um bem público, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Segundo o órgão, constituem patrimônio histórico elementos “cuja conservação seja de interesse público, quer por sua vinculação a fatos memoráveis da história do Brasil, quer por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico, bibliográfico ou artístico”.

Após ser detido pela equipe de segurança do Planalto, o responsável pelo ato foi entregue às autoridades policiais, para adoção das medidas legais cabíveis. O material jogado sobre a rampa já foi removido.

atenciosamente,

Assessoria de Comunicação Social do GSI
Brasília, DF, 08 de junho de 2020

Câmara vota corte de recursos para o Sistema S. Veja pauta da semana

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!