Guedes demite Waldery, diz O Globo. Ministério da Economia silencia

O Ministério da Economia ainda não confirmou se o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, deixará o cargo. De acordo com o jornal O Globo, o ministro Paulo Guedes decidiu retirar Waldery da secretaria e remanejar, para o seu lugar, o atual secretário da Receita, Bruno Funchal. Procurado pelo Congresso em Foco Premium, o Ministério da Economia afirmou que não tem informação sobre o assunto.

Durante a crise do orçamento, Waldery defendeu o veto integral do presidente Jair Bolsonaro às mudanças feitas pelo Congresso que resultaram no corte de cerca de R$ 30 bilhões de recursos previstos para despesas obrigatórias a fim de contemplar emendas parlamentares. A posição do secretário especial foi criticada por parlamentares governistas, principais beneficiários das emendas.

A assessora especial de Guedes Vanessa Canado, responsável pelas discussões sobre a reforma tributária, também deixa o governo. Vanessa afirma que já havia pedido para deixar o cargo em dezembro de 2020, alegando que entendia ter concluído sua missão. A saída dela coincide com as articulações do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para retomar a reforma tributária.

>TRF derruba liminar que proibia indicação de Renan para relatoria da CPI da Covid

>Pacheco foi ingrato com Bolsonaro ao instalar CPI, diz Flávio

Continuar lendo