Governo suspende divulgação de dados sobre emprego e desemprego

O Ministério da Economia suspendeu a divulgação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes aos meses de janeiro e fevereiro.

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho da pasta informou nesta segunda-feira (30) que a ausência de prestação de informações sobre admissões e demissões por parte das empresas inviabilizou a consolidação dos dados.

Senado aprova auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais

O cadastro registra admissões e dispensa de empregados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). É utilizado pelo Programa de Seguro-Desemprego para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas e serve, ainda, como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho.

O ministério esclareceu que as subdeclarações  se concentram nos dados de desligamentos. Somente em janeiro, ao menos 17 mil empresas deixaram de prestar informações ao eSocial relativas aos desligamentos realizados, o que representa 2,6% do total de empresas que tiveram movimentações no período.

A fim de evitar comprometimento no monitoramento do mercado de trabalho brasileiro, a pasta optou por não divulgar o saldo de emprego formal e está buscando contato com as empresas para que retifiquem e reenviem seus dados. “No entanto, o cenário de pandemia causada pela Covid-19 tem dificultado a autorregularização de parte das empresas”, pondera o ministério por meio de nota.

Quando a situação for normalizada, o que ainda não tem previsão de ocorrer, serão divulgadas as estatísticas dos meses anteriores.

O último relatório divulgado fazia referência a dezembro de 2019.

Seguro-desemprego

A pasta esclarece que a situação não interfere no pedido e na concessão do seguro-desemprego aos trabalhadores que tenham perdido seus empregos. O acesso ao benefício pode ser todo feito de forma virtual, tanto pelo gov.br/trabalho quanto pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Mandetta não esconde problemas com Bolsonaro e elogia ações de governadores

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!