Governo quer endurecer regras de renovação de licença para televisão

O governo estuda novo marco legal regulatório com o objetivo de endurecer regras de concessão de TV e rádio. A proposta prevê pagamento antecipado de dívidas e pendências tributárias, além de burocratizar ainda mais o processo, aumentando os documentos exigidos às emissoras.

>Bolsonaro impõe novas regras para eleição de reitores de universidades federais

A proposta vem descrita em cartilha entregue a parlamentares para que possam sugerir emendas à proposta no valor de até R$ 200 mil. As informações são da Folha de S. Paulo.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações destinou R$5 milhões para investir em consultorias com a finalidade de implementar o projeto, que é encabeçado pela Secretaria de Radiodifusão, sob o comando do coronel reformado Elifas Gurgel do Amaral, ex-presidente da Anatel durante o governo Dilma Rousseff. O jornal afirma que a proposta não foi tratada com a cúpula do governo, até o momento.

Para renovar a concessão, hoje, o marco regulatório exige uma série de documentos, entre eles está a certidão de regularidade fiscal emitida pela Receita Federal. Dívidas inscritas na Dívida Ativa da União ou em fase de discussão no Fisco não impedem a renovação, que é feita a cada 15 anos.

De acordo com a Constituição, cabe ao Congresso decidir sobre concessões e renovações das licenças de Rádio e TV. Portanto, para o governo intervir nesse processo é necessário apoio do parlamento, mais precisamente, dois quintos de cada casa legislativa, sendo 205 deputados e 32 senadores.

Em outubro deste ano, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gerou incertezas quanto a renovação da licença da Rede Globo, que precisa realizar o procedimento em 2022. As ameaças foram feitas durante uma live no Facebook, após o nome do presidente ser citado em uma reportagem sobre desdobramentos das investigações do caso Marielle Franco.

>Juiz de garantias é inconstitucional e inviável, diz Simone Tebet

Campanha do Congresso em Foco no Catarse

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!